Atenção Primária à Saúde vai ser reforçada por todo o país pelos próximos três anos

O Ministério da Saúde pretende investir mais de R$ 61 milhões, ainda este ano, para melhor qualificação da rede de serviços da Atenção Primária por meio do Programa Pró-Brasil, uma iniciativa do Governo Federal.

Pelos próximos três anos, o programa terá orçamento maior. A previsão é de que seja investido R$ 61 milhões em 2021 e, também, em 2022. O valor disponível para 2023 ainda será definido.



O professor Anastácio Queiroz, que é médico infectologista e ex-presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, explica que os municípios possuem equipes multidisciplinares, profissionais de saúde que vão até à população e acompanham essas pessoas por muito tempo. Então, ter equipes cada vez mais qualificadas, com equipamentos modernos e condições melhores de atuar na prevenção da saúde do brasileiro é um caminho que evita, lá na frente, o surgimento ou agravamento de condições clínicas.

“Na realidade, a relação entre médico e paciente, quando existe confiança entre o médico e a família que ele cuida e a população, fortalece os laços e melhora a adesão do paciente ao tratamento às recomendações que são feitas”, ressalta o professor. “Esse grupo [de profissionais além do médico] pode, perfeitamente, evitar que muitas doenças crônicas evoluam para sequelas. Por exemplo, o hipertenso e sua relação com a dieta de sal. Então, às vezes, não é só dar o remédio para o hipertenso, mas trabalhar com ele para que tenha uma dieta mais saudável”, explicou. 

O recurso, distribuído para os 26 estados e o Distrito Federal, será utilizado para melhoria da estrutura física das Unidades Básicas de Saúde da Atenção Primária, com o objetivo de adequar o trabalho das equipes de saúde de acordo com a demanda da população.

Infraestrutura

Os municípios poderão usar essa verba para construção, reforma e ampliação das unidades. Além disso, a previsão é concluir 1.384 obras de construção, reforma e ampliação de postos de saúde em todo o país.

A adesão ao programa e o registro do andamento das obras serão feitos pelo Sistema de Monitoramento de Obras (SISMOB), uma ferramenta que possibilita aos gestores ter maior controle sobre o andamento das obras e a continuidade dos repasses do Ministério da Saúde.

Segundo o secretário geral do Conselho Nacional de Secretarias de Saúde Municipais (Conasems), Mauro Junqueira, essa ação é importante, mas não é uma ajuda que o Governo Federal vai prestar aos gestores municipais. A saúde da população brasileira é uma obrigação constitucional que deve ser repartida entre União, estados e municípios.

Municípios atingidos por desastres serão beneficiados com R$ 4,7 milhões, revela MDR

Conselhos Nacional e Estaduais de Saúde promovem campanha por mais recursos para o SUS em 2021

“Cabe à União e aos estados apoiar técnica e financeiramente os municípios para fazer a Atenção Primária, Média e de Alta Complexidade, Vigilância, Assistência Farmacêutica, ou seja, todo o Sistema Único de Saúde é de responsabilidade tripartite. O Governo Federal pactua ações e serviços públicos de saúde, que estão previstos no Plano Nacional de Saúde e nos planos estaduais e municipais de saúde, para que as ações sejam realizadas na ponta. Aí sim serão executadas pelos entes subnacionais, no caso, os municípios”, destaca Junqueira.

Atenção básica

Você sabe o que é Atenção Primária à Saúde ou o que ela significa na sua vida? Esse é o primeiro nível de cuidados à saúde oferecido para a população e se caracteriza por um conjunto de ações, voltadas tanto para o cuidado individual quanto coletivo, que abrange a promoção e a proteção da saúde, a prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação e a redução de danos.

É possível traduzir de forma até mais simples, dizendo que a Atenção Primária é o serviço que você vai precisar quando tiver algum problema de saúde menos grave a ser resolvido ou quando é possível receber acompanhamento de uma equipe de profissionais de saúde durante toda a vida para evitar que doenças crônicas se agravem ao longo do tempo.   

Além de aumentar seu conhecimento sobre o nosso sistema público de saúde, essa informação também é importante para entender os benefícios de termos uma Atenção Primária com equipes mais qualificadas e aparelhos mais modernos. E isso só é possível com ampliação de recursos para o setor, que foi ainda mais evidenciado na pandemia. 



Fonte: Brasil 61

Outras Notícias

Eleições Municipais terão plano de segurança sanitária

A pouco menos de um mês para a realização do primeiro turno das Eleições Municipais, um dos desafios que se apresenta...

Governo Federal anuncia nova proposta para substituir o Auxílio Emergencial

Nesta semana o Governo Federal anunciou uma nova proposta para substituir o Auxílio Emergencial a partir de janeiro d...

CNI e especialistas voltam a defender reforma tributária ampla e geral e criticam “nova CPMF”

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) voltou a defender, nessa quarta-feira (30), uma reforma tributária com imp...

Convenção do MDB definirá Isaú Fonseca como candidato a prefeito de Ji-Paraná

A Comissão Executiva Municipal do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) de Ji-Paraná realiza neste, próximo dia 10 d...

Governo federal prorroga auxílio emergencial por mais quatro meses

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (1º) que o auxílio emergencial será prorrogado por mais quatro...

TSE divulga limites de gastos de campanha para candidatos a cargos de prefeito e vereador

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou os limites de gastos que os candidatos aos cargos de prefeito e vereador...

A partir desta quarta-feira (2) a nota de R$200 passa a circular no país

Nesta quarta-feira (02), a nota de R$200 vai começar a circular pelo Brasil, segundo informou o Banco Central. A nota...

Última fase do teste de segurança constata credibilidade da urna eletrônica

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, afirmou que a urna eletrônica é seg...

Municípios têm até segunda-feira (31) para se cadastrar no programa de alfabetização Tempo de Aprender

Os gestores municipais de educação que ainda não se inscreveram no programa Tempo de Aprender têm até a próxima segun...

Municípios devem atualizar o sistema e-SUS AB

Municípios de todo o país devem atualizar o sistema e-SUS AB para a nova versão, visando atender a renovação do certi...

Beneficiários do BPC tem mais dois meses para se inscreverem no cadastro único do Ministério da Cidadania

O Ministério da Cidadania ampliou em dois meses o cronograma para que beneficiários do Benefício de Prestação Continu...

Queda no superávit: municípios de médio porte buscam soluções para realizar investimentos após a pandemia

Com um superávit 35% menor na comparação com primeiro semestre de 2019, segundo dados da Frente Nacional de Prefeitos...

Casa Verde Amarela: Programa de habitação com taxas de juros menores para famílias de baixa renda

Com expectativa de atender mais de um milhão e meio de famílias com baixa renda, o Governo Federal lançou, nesta terç...

Drive thru de testagem rápida para Coronavírus-19 acontece na sexta-feira em Ji-Paraná

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), realizará testes rápidos no sistema de driv...

Economia do país tem sinais de melhoras, mas a previsão do PIB continua negativa, avalia IFI

Segundo a Instituição Fiscal Independente (IFI), a economia brasileira começa a se recuperar da crise do novo co...

Estados e municípios vão receber R$ 71 milhões para manutenção do transporte escolar

Estados e municípios vão receber investimento da ordem de R$ 71 milhões para investimento em ações voltadas ao transp...

Seis estados estão livres da febre aftosa sem vacinação, reconhece Mapa

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) reconheceu na última sexta-feira (14) seis estados como ...

Ji-Paraná retorna à Fase 1 e comércio volta a fechar portas

O presidente da Associação Comercia e Industrial de Ji-Paraná, Hugo Araújo, comunicou em vídeo que, depois de uma reu...

Senado aprova PLP que proíbe contingenciamento de verbas para ciência

O Senado Federal aprovou, na noite desta quinta-feira (13), com apenas um voto negativo, Projeto de Lei Complementar ...

Secretarias estaduais de saúde lança pesquisa que pode contribuir na gestão orçamentária do SUS

Com o objetivo de entender os principais obstáculos que dificultam a execução e o combate à Covid-19 pelos municípios...